Marília Gabriela recusa convite de Temer para Secretaria Nacional de Cultura


Temer exige que a Secretaria seja comandada por uma mulher

Em busca de uma mulher para assumir a Secretaria Nacional de Cultura, o presidente interino Michel Temer sofreu um revés na noite de ontem, com a recusa da jornalista Marília Gabriela ao cargo.
O convite foi levado pela senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), mas Marília decidiu não aceitá-lo.
Temer tem sido criticado por ter nomeado apenas homens para a sua equipe e por ter fundido as áreas de Educação e Cultura, cujo ministro, Mendonça Filho, foi recebido com vaias pelos servidores.
Ontem, ao anunciar que a Secretaria Nacional de Cultura, o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil, disse que Temer exigia que a vaga fosse ocupada por uma mulher.
Leia, abaixo, nota do site Glamurama sobre o não de Marília Gabriela:

Foi Marta Suplicy a incumbida de transmitir o convite para que Marília Gabriela aceitasse ocupar a secretaria de Cultura no governo Temer. Com isso seriam resolvidas duas questões: ter um órgão separado cuidando da Cultura e uma mulher no ministério. A tarde inteira desse sábado foi um vai e vem tentando convencer a apresentadora, que no início da noite avisou Marta que ela não poderia aceitar no momento. Agradeceu muito o convite, mas disse não.Temer exige que a Secretaria seja comandada por uma mulher

Em busca de uma mulher para assumir a Secretaria Nacional de Cultura, o presidente interino Michel Temer sofreu um revés na noite de ontem, com a recusa da jornalista Marília Gabriela ao cargo.
O convite foi levado pela senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), mas Marília decidiu não aceitá-lo.
Temer tem sido criticado por ter nomeado apenas homens para a sua equipe e por ter fundido as áreas de Educação e Cultura, cujo ministro, Mendonça Filho, foi recebido com vaias pelos servidores.
Ontem, ao anunciar que a Secretaria Nacional de Cultura, o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil, disse que Temer exigia que a vaga fosse ocupada por uma mulher.
Leia, abaixo, nota do site Glamurama sobre o não de Marília Gabriela:
Foi Marta Suplicy a incumbida de transmitir o convite para que Marília Gabriela aceitasse ocupar a secretaria de Cultura no governo Temer. Com isso seriam resolvidas duas questões: ter um órgão separado cuidando da Cultura e uma mulher no ministério. A tarde inteira desse sábado foi um vai e vem tentando convencer a apresentadora, que no início da noite avisou Marta que ela não poderia aceitar no momento. Agradeceu muito o convite, mas disse não.
]

wscom
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.