Associação Pestalozzi de JP se solidariza com AACD de Campina

AACD CG
O presidente da Associação Pestalozzi da Paraíba (APEP), Ricardo Leandro, solidarizou-se com a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), de Campina Grande, que está ameaçada de encerrar as atividades devido à suspensão do repasse de recursos por parte do Governo do Estado.
Em reunião com representantes da associação, que atende a 180 pessoas com síndrome de down, autismo e outras deficiências intelectuais, Ricardo Leandro disse que a AACD de Campina Grande é apenas mais uma das entidades paraibanas que realizam iniciativas de grande valor social – cumprindo inclusive o papel que seria do Estado -, mas que estão completamente abandonadas pelo Governo Ricardo Coutinho.
“A Paraíba possui cerca de 50 entidades que realizam algum tipo de trabalho voltado para a reabilitação física das pessoas. A quase totalidade não recebe nenhum apoio de qualquer natureza do Governo do Estado. E as que recebem sofrem com constantes atrasos e com a descontinuidade dos repasses financeiros”, afirmou.
Segundo Ricardo, a AACD é hoje disputada por vários municípios brasileiros e que é um verdadeiro privilégio para a população de Campina Grande e de outras localidades paraibanas, poder contar com os serviços de reabilitação física oferecidos pela entidade. Sem os recursos estaduais, esses serviços serão desativados.
“A AACD se instalou em Campina Grande com a garantia dada pelo governo do Estado de que apoiaria financeiramente o seu funcionamento. Descumprindo com sua palavra, o Estado não abandona apenas a AACD, mas sobretudo as 600 crianças que hoje são atendidas pela entidade na Paraíba”, lamentou.
MaisPB
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.