Cortes de ministérios: com atraso, PT se rende ao óbvio

Foto: Gerdan Wesley
Declaração do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves – proposta sobre corte de ministérios
“Vemos hoje o governo do PT se render ao óbvio ao anunciar, com injustificado atraso, o corte de ministérios e cargos, prometendo um redesenho da pesada e onerosa máquina administrativa petista. Medida que foi violentamente rechaçada pela candidata do partido na campanha eleitoral, quando a propusemos. A redução de ministérios e cargos é necessária, mas melhor seria se realizada com convicção, e não por um governo em busca de algum oxigênio para continuar a existir.
Medidas tomadas para atender circunstâncias costumam ter efeitos muito aquém daqueles necessários, como os que assistimos também na área econômica. Continua, no entanto, faltando ao governo o que seria essencial para que essas e outras medidas sejam adequadamente implementadas: credibilidade. Um ativo que, na política, quando se perde, é difícil ser recuperado.”
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook