Projeto de Cássio aumenta rigor nas sabatinas pelo Senado


Para senador tucano petista "diz não" a região por vetar matéria (foto: divulgação)
O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), propôs, nesta quarta-feira (10), uma revisão das regras que o colegiado segue atualmente na apreciação do Senado Federal sobre a escolha de autoridades. O objetivo do Projeto de Resolução é tornar as sabatinas mais eficazes na avaliação das qualificações dos candidatos para os cargos que deverão ocupar.

Para senador tucano petista "diz não" a região por vetar matéria (foto: divulgação)Para isso, Cássio quer alterar o processo de arguição pública dos indicados a que se refere o inciso III do art. 52 da Constituição Federal. Conforme a proposta do líder, cada senador irá dispor de dez minutos, em vez de cinco (como é atualmente), para fazer as perguntas que julgar necessárias ao candidato, assegurado igual prazo para a resposta, imediata, do interpelado –  facultadas a réplica e a tréplica, ambas, também imediatas, por cinco minutos.

“É preciso garantir, aos senadores que fazem a arguição dos indicados nas comissões, o tempo suficiente para estabelecer o adequado contraditório sobre temas polêmicos que não podem ficar restritos ao tempo de apenas cinco minutos, que é aquele previsto para o encaminhamento de votação de matéria pelo plenário, adotado, também, pelas comissões”, afirmou Cássio.

Formação de blocos

Na avaliação de Cássio, a aprovação do projeto também irá evitar a formação de “blocos” de senadores para a realização de perguntas em conjunto.

“As perguntas feitas em bloco comprometem a resposta individualizada do interpelado. Seria leviano acatar as indicações de autoridades pelo Poder Executivo sem que os senadores adotem todas as cautelas para que a aprovação do candidato não venha a contribuir, no futuro, para a fragilização das instituições garantidoras do Estado Democrático de Direito consolidado na Carta de 1988”, destacou.

mais pb
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.