Juros do cartão de crédito batem recorde e atingem 11,6% ao mês


Felipe Monteiro, 21 anos, bancário, utiliza cartão de débito e crédito para compras
As taxas de juros para pessoa física e jurídica voltaram a subir no mês passado, segundo levantamento divulgado nessa quarta-feira (11) pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade.
Todas as seis linhas de crédito pesquisadas para pessoa física sofreram elevação: juros do comércio, de 4,9% ao mês em janeiro, para 5,1% em fevereiro, e cartão de crédito, de 11,2% para 11,6%, a maior taxa desde julho de 1999.
Apresentaram elevação também o crédito direto ao consumidor (de 1,9% para 1,99%), empréstimo pessoal dos bancos (de 3,7% para 3,9%) e empréstimo pessoal por financeira (de 7,4% para 7,5%).
O cheque especial subiu de 9,1% para 9,4%, o maior desde julho de 2003. Na média, a taxa de juros para pessoa física ficou em 6,6% em fevereiro, a maior desde novembro de 2011.
As três linhas de crédito pesquisadas para pessoas jurídicas tiveram alta em fevereiro. O desconto de duplicatas (de 2,6% ao mês, em janeiro, para 2,69% em fevereiro); conta garantida (de 6,2% para 6,3%, a maior taxa desde janeiro de 2003). O capital de giro subiu de 2,1% para 2,15%. Na média, a taxa de juros para empresas, em fevereiro, ficou em 3,7%, a maior desde janeiro de 2012.
Agência Brasil
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.