Governadores do NE se reúnem antes de encontro com Dilma e definem prioridades



Gestores definiram o enxugamento dos 15 pontos apresentados na reunião de dezembro, em João Pessoa.

Governadores destacaram pontos de interesse comum para os estadosnordestinos (Crédito: Secom-PB)
Os nove governadores do Nordeste se reuniram na manhã desta quarta-feira (25), em Brasília, e alinharam as pautas prioritárias que serão apresentadas, logo mais às 16h30, no encontro com a presidente Dilma Rousseff (PT), no Palácio do Planalto.

Os governadores nordestinos redigiram um documento administrativo com uma redução das propostas apresentadas na Carta de João Pessoa com os pontos convergentes e essenciais para o Nordeste como linha de crédito para os estados com capacidade fiscal, manutenção dos investimentos em obras estruturantes como as obras hídricas e verbas emergenciais para o combate à seca. Também foi definido um documento político com um posicionamento dos governadores diante da crise que será apresentado a Dilma. 

O governador Ricardo Coutinho, articulador do encontro, destacou que foi realizado um enxugamento dos 15 pontos apresentados na reunião de dezembro, quando a conjuntura do país era outra. "Isso exige dos governadores do Nordeste uma releitura das prioridades e um posicionamento firme que será apresentado à presidente Dilma Rousseff. Esse posicionamento deve visar o avanço do país", completou Ricardo.
Ricardo Coutinho destacou a implantação de meios para o financiamento interno e externo dos estados (Crédito: Secom-PB)
Ricardo acrescentou que será dialogado com a presidente Dilma alguns pontos essenciais para a região como a autorização do Tesouro Nacional para que os estados com capacidade fiscal possam ter acesso a financiamento interno e externos. "Esse é um momento importante em que depois de muito tempo um presidente da República se reúne com governadores sem que fosse em reuniões da Sudene. É preciso diálogo para superar esse momento pelo qual passa o país", enfatizou.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, disse que é natural e positivo que neste momento de dificuldades vivenciado pelo país o Nordeste faça ouvir a sua voz e pregue uma estabilidade institucional para a superação dessa crise transitória. "Vamos ajustar a política e a economia para voltarmos a crescer e gerar emprego e renda. Os ajustes devem ser feitos, mas sem sacrificar os mais pobres e preservando o desenvolvimento da nação". 

Além do governador Ricardo Coutinho, participaram da reunião os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara; do Rio Grande do Norte, Robson Faria; da Bahia, Rui Costa; do Maranhão, Flávio Dino; de Sergipe, Jackson Barreto; do Ceará, Camilo Santana; de Alagoas, Renal Filho; e do Piauí, Wellington Dias.
WSCOM Online
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.