Porteiro encontra plantação de maconha em campus da UFPB e Polícia Federal investiga crime


Nem a PF nem a UFPB informaram quem eram os responsáveis pela plantação e também não foi divulgada a quantidade da droga cultivada no local
Reprodução/CCA-UFPB
Campus da UFPB em Areia
Uma plantação de maconha foi encontrada, nessa terça-feira (3), no campus do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em Areia, Brejo da Paraíba. O plantio foi achado por um porteiro do prédio e ele comunicou o fato à direção do Centro. A denúncia foi feita à Polícia Federal, que está investigando o crime. Nem a PF nem a UFPB informaram quem eram os responsáveis pela plantação e também não foi divulgada a quantidade da droga cultivada no local.

A Comunicação Social da Polícia Federal se negou a emitir uma nota sobre o caso e informou que o chefe do órgão orientou a não divulgar informações. O diretor do Centro de Ciências Agrárias (CCA), Djail Santos, confirmou a existência do cultivo da droga no campus, mas não se posicionou em nome da instituição. “Eu não vou falar nada sobre o assunto. Passamos o caso à Polícia Federal, e só vamos emitir uma nota ou falar sobre o assunto, quando formos orientados pela Polícia Federal. Foram apenas alguns pés. Eu cheguei a ver, apenas quando fui lá com a polícia, mas não sei precisar a quantidade. Só falaremos quando a Polícia Federal autorizar”, disse o diretor de Centro.
Leia matéria completa na edição desta quinta-feira (5) do jornal Correio da Paraíba.
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.