Amigos fazem ato em homenagem a brasileira morta na Austrália


arcorisi
Amigos da brasileira Fabiana Palhares, morta em sua casa a golpes de machado na Austrália, realizaram nesta quinta-feira (5) em uma praia de Gold Coast, onde ela morava e onde ocorreu o crime, uma homenagem à brasileira.
Fabiana estava grávida de 10 semanas. Seu namorado, Brock Benjamin Wall, de 34 anos, foi preso e responde por homicídio e “agressão ilegal de uma mulher grávida”.
O ato, no qual todas as pessoas compareceram vestidas de branco, também teve como objetivo mostrar à Austrália que a comunidade brasileira no país não aceita esse tipo de ação criminosa e também espalhar o amor que todos sentiam por Fabiana.
Crime
Segundo vizinhos e amigos da brasileira, o casal tinha um histórico de brigas. O problema também foi mencionado pela polícia. “Há indícios de que há um histórico de problemas domésticos”, disse o detetive Marc Hogan após a prisão de Wall.
Um de seus amigos, Peter Barros, contou que as agressões eram constantes e que na última vez em que viu Fabiana, na quinta-feira passada, ela iria denunciar o companheiro.
“Acredito que as autoridades foram negligentes, porque ela chegou a reportar os incidentes domésticos, mas não teve nenhum suporte. Acredito que as coisas pioraram depois dessa última denúncia, já que a polícia esteve na casa dela, mas não encontrou o namorado dela”, relatou.
“Ela tinha o sonho de ser mãe e infelizmente foi engravidar de um louco como esse. Eles tiveram um relacionamento há um tempo atrás e tinham voltado há pouco tempo”, contou o estudante.
Vizinhos da brasileira disseram à imprensa australiana que ouviram o casal discutindo na tarde de sua morte.
G1
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.