Secretário justifica reajuste do duodécimo para MP e TJ; “Estavam mais defasados”



Audiência Pública discute Lei Orçamentária Anual na ALPB

O secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão do Governo do Estado, Tárcio Pessoa,participa neste momento de uma audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir a Lei Orçamentária Anual que ainda não foi votada devido a demanda judicial questionando o repasse para os Poderes. O secretário explicou por que apenas do Ministério Público e o Tribunal de Justiça foram beneficiados com reajustes no Duodécimo.
Tárcio destacou a dificuldade financeira do país e consequentemente do Estado e disse que o orçamento esta no limite. Ele reconheceu a importância dos demais poderes, a exemplo da ALPB, mas informou que o MPPB e o TJPB estão mais defasados, por isso, tiveram reajuste.
 
Da Redação
WSCOM Online
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.