João Pessoa encerra 2014 com saldo de mais de 7,5 mil empregos gerados


Geração de emprego
A cidade de João Pessoa encerrou o ano de 2014 com a geração de 7.543 empregos formais, no acumulado de janeiro a dezembro. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (29) pela secretaria de do Trabalho, Produção e Renda da Prefeitura Municipal de Capital. Segundo o secretário, Diego Tavares, o aumento representou um crescimento de pouco mais de 12% em relação a 2013, que registrou 6.958 empregos. “Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM)”, afirmou.
O setor de serviços, mais uma vez, liderou a curva ascendente da economia pessoense, sendo responsável pela concentração de 5.673 postos de trabalho. O comércio e a construção civil foram outros dois setores que se destacaram ao logo do ano de 2014.
“Os números falam mais que qualquer outra coisa, prova disso são os sucessivos recordes na geração de emprego, com reflexos significativos na expansão da renda e na democratização das oportunidades. Esse resultado é fruto de um esforço coletivo e mostra o crescimento em todos os aspectos. Mais do que nunca, João Pessoa é hoje uma cidade de todos, para todos e onde se vive melhor”, aponta Diego.
Para o secretário, a cidade cresceu a partir de ações transformadoras da gestão do prefeito Luciano Cartaxo nas áreas sociais e econômicas. “João Pessoa tem avançado em áreas fundamentais como saúde e educação, mas também tem crescido no turismo, no impulso do crédito e do microcrédito, além, claro, da geração de novos empregos a partir da política de investimentos e de atração de novas empresas”, pontuou Diego Tavares.
O gestor destacou ainda ações como o programa Banco Cidadão, que só no ano passado movimentou mais de R$ 8 milhões na pequena e microeconomia da cidade. “Estamos ampliando ainda mais essas ações a partir do projeto Territórios Empreendedores, que está indo às comunidades, aproximando cada vez mais a gestão municipal das pessoas, sobretudo as que mais precisam”, finalizou Tavares.

MaisPB
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.