Charliton minimiza decisão do PSB e acredita em apoio a Cartaxo: “Estaremos juntos em 2016″


Charliton Machado durante a campanha petista de 2014
Presidente estadual do PT, Charliton Machado afirmou, na manhã desta quinta-feira, que o PSB apoiará a reeleição de Luciano Cartaxo na Prefeitura de João Pessoa, ano que vem. “As alianças de 2016 serão norteadas pelo momento político. O PSB vai apoiar a reeleição de Cartaxo. Mais que vontade política, vale a avaliação popular da gestão de Cartaxo, que promoveu grandes mudanças na cidade”, disse Charliton.

O dirigente petista disse acreditar que haverá manutenção da aliança, em respeito aos avanços sociais que – conforme ele – são percebidos em diversos bairros da capital paraibana. Não indicar nomes socialistas para cargos na gestão petista não representa, ainda segundo Charliton – uma possibilidade de ruptura na aliança “O PSB é um partido que tem independência para decidir. Esperamos a reciprocidade na base de apoio”, declarou ele.

No final da noite de ontem, os dirigentes municipais do PSB se reuniram, em João Pessoa, e tomaram decisões com relação à aliança com o PT. Por 21 votos contra nove, o PSB de João Pessoa decidiu não indicar, oficialmente, nomes para composição na gestão do prefeito Luciano Cartaxo. “Não vejo como problema. Vejo com naturalidade. Com tranqüilidade”, salientou Charliton.

A tese aprovada pela maioria foi defendida pela deputada estadual eleita Estela Bezerra e pelo presidente municipal do partido, Ronaldo Barbosa. Ambos destacaram a necessidade de liberdade e independência para as eleições de 2016, o que não ocorreria em caso de atrelamento [cargos] ao governo petista.

Uma segunda linha foi defendida pela ex-vereadora Sandra Marrocos, para quem o PSB deveria participar do governo petista e manter a unidade em nome do cenário político atual. O vereador Renato Martins apresentou uma terceira proposta. Ele sugeriu um plano de trabalho conjunto a ser compartilhado pelas gestões do PSB e do PT.

Jãmarrí Nogueira – MaisPB
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.