Taxa de escolarização das crianças de até 3 anos quadriplica em uma década



Frequência escolar de brasileiros com idade entre de 4 e 5 anos alcançou 81,4%

 O número de crianças de 0 a 3 anos matriculadas na pré-escola subiu de 13,4% para 61,5% no período de 2004 a 2013, segundo dados divulgados pelo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (17).
Entre as crianças com idade entre 4 e 5 anos este número passou de 23,2% para 81,4%, destaca a análise que considera apenas os dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2013, que foram coletados com o objetivo de retratar o sistema educacional brasileiro e monitorar diversas dimensões da escolaridade dos brasileiros.
A pesquisa também apontou que a antecipação da obrigatoriedade da educação básica para 4 anos de idade foi um avanço, mas ainda não foi suficiente para eliminar algumas bareiras que dificultam o acesso ao ensino.
Desigualdades
Em 2013, o Brasil registrou a média 81,4% de crianças de 4 e 5 anos na escola, mas a região Norte possuía a menor proporção (67,9%), sendo seguida pelo Sul 73,9% , Centro-Oeste 72,1%, Sudeste 85,0% e Nordeste 87,0%.
Essas diferenças regionais resultam de fatores que vão desde questões culturais aos limites da oferta de estabelecimentos de ensino e dificuldade de deslocamento. Além disso, 27,2% das crianças com menos de seis anos que viviam na área rural não frequentavam a escola.
A desigualdade de acesso à escola também é grande quando são comparadas inforamções socioeconômicas da população. Para a parcela mais rica (os 20% com maiores rendimentos) a frequência escolar estava próximo da universalização (93,1%) , enquanto as crianças de 4 e 5 anos pertencentes ao quinto mais pobre (os 20% com menores rendimentos) apresentaram uma escolarização de 75,2%.
A meta 1 do PNE (Plano Nacional de Educação), aprovada em 2010, determina que o País terá que ampliar para 50% o atendimento escolar das crianças de até 3 anos de idade, até 2020 e de universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de 4 e 5 anos.
R7. 
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.