Polícia Federal deflagra operação contra tráfico de drogas em Campina Grande



A Operação Paçaguá, que envolveu 215 policiais federais em 13 estados

 A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (16), a Operação Paçaguá, que envolveu 215 policiais federais nos estados da Paraíba, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Goiás, Paraná e Santa Catarina, para dar cumprimento a 80 mandados judiciais expedidos pelo Juízo de Direito da Vara de Entorpecentes de Campina Grande/PB, sendo 49 (quarenta e nove) mandados de prisão preventiva, 27 de busca e apreensão e 4 de condução coercitiva.

A Operação tem por finalidade desarticular organização criminosa com atuação voltada para o tráfico interestadual de drogas, responsável pelo abastecimento de grupos criminosos sediados na cidade de Campina Grande, que coordenavam distribuição de drogas nos bairros Jeremias, Pedregal, Monte Santo, Malvinas e Bodocongó.

Consoante as provas carreadas ao inquérito policial, foi possível comprovar atuação de organização criminosa no comando do tráfico na cidade de Campina Grande, associada a grupos criminosos nas cidades de São Bento/PB, Foz do Iguaçu/PR e São Paulo/SP, que engendraram complexo esquema delitivo para envio de grandes quantidades de entorpecentes para o estado da Paraíba.

A investigação realizada pela Delegacia de Polícia Federal em Campina Grande/PB, com o apoio da Delegacia de Polícia Federal em Patos, foi iniciada há aproximadamente um ano e meio, resultou, até a presente data, na prisão de 28 pessoas e apreensão de aproximadamente 1 tonelada de maconha e 270 Kg de cocaína/crack, permitindo a obtenção de provas de autoria e materialidade necessárias à comprovação do crime organização criminosa praticado mediante a associação estável e permanente de um grupo de pessoas com o objetivo de obtenção de lucro com o comércio ilícito de droga.

O nome da operação “Paçaguá” refere-se ao termo da língua indígena Tupi-Guarani relacionado ao instrumento de pesca, composto por uma pequena rede na extremidade de uma vara, utilizado para recolher grandes peixes fisgados com anzol.

Os presos serão conduzidos para o sistema prisional do estado da Paraíba e responderão criminalmente como incursos nos tipos previstos nos artigos arts. 33, 35 e 40, inciso V, da Lei nº 11.343/06 (tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico de drogas) e art. 2, § 2º, da Lei nº 12850/13 (organização criminosa armada).
Será concederá entrevista coletiva para divulgação do resultado da Operação Paçaguá às 15:00, na sede da Delegacia de Polícia Federal em Patos.

Com assessoria
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.