Boko Haram deixa 32 mortos na Nigéria



Grupo luta desde 2009 para instaurar Estado Islâmico

Membros do grupo islâmico Boko Haram mataram 32 pessoas e sequestraram dezenas em um ataque feito no Nordeste da Nigéria, informaram hoje (18) uma testemunha e duas fontes oficiais locais.
As fontes, que falaram sob a condição de anonimato, acrescentaram que a população de Gumsuri ainda está tentando determinar o número de sequestrados durante o ataque que ocorreu naquela região remota no domingo (14). O número pode ultrapassar uma centena de pessoas e inclui mulheres e crianças.
“Depois de matarem os nossos jovens, os rebeldes levaram as nossas mulheres e filhas”, afirmou Mukhtar Buba, que fugiu de Gumsuri para a capital do estado nigeriano de Borno, Maiduguri.
Os detalhes só foram conhecidos dias depois porque a rede de telefonia móvel entrou em pane numa área de aproximadamente 70 quilômetros ao sul de Maiduguri e muitas das estradas estão intransitáveis.
Gamsuri fica localizada na estrada que leva a Chibok, onde o Boko Haram raptou mais de 200 meninas de uma escola em abril.
O Boko Haram luta, desde 2009, para instaurar um Estado Islâmico no Norte da Nigéria, majoritariamente muçulmano, ao contrário do Sul, de maioria cristã.
Só este ano o grupo já fez mais de 3 mil mortos, segundo dados do governo nigeriano.
IG.
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.