Palmeiras só cai com tragédia

#portalbrejonews #noticia #brejonews


Botafogo precisa repetir Flu para se salvar 47

 Dos dois grandes times brasileiros envolvidos na briga contra o rebaixamento, o Botafogo depende de uma arrancada só obtida uma vez na históriado Brasileiro de pontos corridos pra se livrar da Série B. Já o Palmeiras cai apenas se ocorrer uma situação bem rara no Nacional. É o que mostra o histórico do campeonato após a rodada do final de semana, com derrotas de ambos em clássicos contra Fluminense e São Paulo, respectivamente.
Em geral, quando faltam apenas quatro jogos para acabar o Brasileiro, os quatro times que estão na zona de rebaixamento costumam cair para a Segundona. Mas, claro, houve mudanças na degola nos jogos finais. Na verdade, foram cinco alterações em 10 edições. A questão é: qual a diferença que é possível inverter na etapa final da competição?
Pois bem, com 33 pontos, o Botafogo está a quatro pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento, que é o Coritiba. Só há uma vez que uma equipe conseguiu superar essa quantidade de pontos ou mais: o Fluminense em 2009 e, coincidentemente, contra a agremiação paranaense.
Naquele campeonato, o Fluminense tinha cinco pontos a menos do que o 16o colocado do Brasileiro a quatro rodadas do final. Esse time era o Botafogo, que estava empatado em pontos com o Coritiba. Quem acabou rebaixado foram os paranaenses.
A situação do Palmeiras é muito, muito mais confortável. Com três pontos de vantagem sobre a zona de rebaixamento, 39 contra 36 da Chapecoense, o time paulista apenas cairia se ocorresse uma verdadeira tragédia. Há apenas duas equipes em 10 anos que sofreram rebaixamento com essa diferença nesta altura do campeonato.
Além do Coritiba, já citado, o outro caso é do Criciúma em 2004: tinha uma vantagem de três pontos sobre o Flamengo, 17o colocado a quatro jogos para o final naquela ano. A equipe catarinense acabou o campeonato entre os quatro últimos. Ou seja, os números mostram ser bastante improvável a salvação do Botafogo, assim como a queda do Palmeiras.
UOL
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.