País será ressarcido em históricos R$ 500 mi na Lava Jato

#portalbrejonews #noticia #brejonews



Valor de meio bilhão de reais é o maior já devolvido aos cofres públicos na história do País

Pelo menos R$ 500 milhões devem retornar aos cofres públicos do País, com acordos de delação premiada e colaboração formalizados entre o Ministério Público Federal e os réus da operação Lava jato, que investiga o esquema de corrupção, desvios de recursos e pagamento de propinas na Petrobrás. As informações foram divulgadas neste domingo pelo jornal O Estado de S.Paulo.
Segundo a publicação, um grupo de dez pessoas decidiu colaborar com as investigações. O valor de meio bilhão de reais é o maior já devolvido aos cofres públicos na história do País. O montante corresponde a 11 vezes tudo o que já foi ressarcido desde 2004, quando o Ministério da Justiça criou um órgão específico para tratar da recuperação de ativos.
Nessa conta não entra o quanto os políticas a quem o esquema beneficiava teriam recebido de propina. Segundo o depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa, a maior parte do dinheiro desviado era dividida entre três partidos políticos: PT, PP e PMDB. O PT ficava com até 3% do valor dos contratos de obras superfaturadas.
SAIBA MAIS
Réus da operação Lava-Jato devem devolver R$ 175 milhões
Operação Lava Jato: doleira é condenada a 18 anos de prisão
Outro empresário faz acordo de delação premiada na Lava Jato
Juiz autoriza oitiva de testemunhas da Lava Jato no exterior
Costa prometeu devolver cerca de R$ 70 milhões – ele vai renunciar aos valores mantidos em contas bancárias e investimentos no exterior em seu nome e de familiares que totalizam US$ 25,8 milhões. O doleiro Alberto Youssef, considerado peça central do esquema de corrupção, se comprometeu a devolver aproximadamente R$ 55 milhões. Tais acordos foram feitos para diminuir o tempo de pena a qual eles serão condenados.
Além deles, o executivo Júlio Camargo – que agia em nome da Toyo Setal, empresa que tem contratos bilionários com a Petrobrás – se comprometeu a devolver R$ 40 milhões. O empresário Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, também da Toyo Setal, também fez acordo, mas ainda não se sabe o valor de ressarcimento que ele negociou. Os demais valores e acordos ainda não foram divulgados.
Terra

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.